SEU COPO ESTÁ MEIO CHEIO OU MEIO VAZIO? Como você vê a vida?

Antes de ler este post, responda à pergunta: “este copo está meio cheio ou meio vazio?”  Agora, pense um pouco sobre a sua própria vida e responda: “o seu copo está meio cheio ou meio vazio?”

Esta pergunta está relacionada à nossa percepção sobre a vida; ou seja, como cada um de nós percebe e interage aos desafios que nos são apresentados.Esta visão pode ser negativa ou positiva. Como o objetivo deste blog é promover o auto desenvolvimento em sua vida e em sua carreira, inspirando-a a ir mais longe; a enxergar mais além, este post não vai ser diferente.

Se você respondeu que o seu copo está meio vazio… é porque, de alguma forma, algo não a está agradando neste momento de tua vida. Entretanto, como já conversamos em posts anteriores.. você pode sempre escolher entre dar foco ao que é positivo; ou, dar foco ao que é negativo… Só depende de você. A única questão aqui é que , segundo a “Lei da Atração”, aquilo ao que der mais foco, é o que terá mais – agora reflita: “ você quer ter mais do que você está tendo ou prefere ter mais do que não está tendo ( e quer! ) ainda…?”

O pensamento positivo está relacioanado à manifestação do que deseja e quer ter mais em tua vida ! Está relacionado ao copo que está meio cheio… com multiplas oportunidades a surgir !

A Clinica Mayo apresenta uma definição de otimismo da qual gosto muito:

“O otimismo é a crença de que coisas boas vão acontecer com você e que acontecimentos negativos são retrocessos temporários a serem superados.”

Eu simplemente amei esta definição. Sabe por quê? Porque sou a prova de que é verdadeira… lembro-me de diversas passagens em minha vida em que as dificuldades eram tantas, que tinha vontade de desistir. Lembro-me bem do meu último ano de faculdade, em que o cansaço era uma constante em minha vida. Estava em um ótimo ambiente de trabalho, em um hotel 5 estrelas do Rio de Janeiro, recebia um excelente salário. Estava muito feliz, mas a minha jornada diária, como a de muitos brasileiros, não era nada fácil. Acordava às 5 da manhã, trabalhava o dia todo e corria para pegar o trem da central do Brasil, para conseguir chegar à Gama Filho às 19 horas, para assistir às minhas aulas “eletivas”. De vez em quando, tinha uma carona de moto com um colega de trabalho (eu rezava até chegar lá… porque ele furava o trânsito ! Muito obrigada !). Chegava em casa um verdadeiro bagaço ! Quando estava em semana de provas e a enxurrada de trabalho para entregar, tinha que ficar noites e noites dormindo apenas 3 horas, para dar conta.Nesta mesma época, dava aula de Inglês aos sábados, porque simplemente amava. Aos domingos, o que sobrava de tempo era para dormir e ver meu namorado.

Enquanto balançava no trem de um lado para outro, olhava para este copo da minha vida todos os dias… pensava se valia mesmo a pena tanto sacrifício ou se seria melhor me dedicar somente à faculdade, como meu pai dizia; deixando o emprego que gostava pra trás. Um outro lado pensava:”vou deixar a faculdade e ficar somente no emprego”… Mas, alguma coisa maior dentro de mim me dizia que aqueles momentos de sacrifício, passariam em breve. Eu então sorria e seguia em frente ! Fui em pouco tempo promovida para uma área operacional, o que tornou meus desafios ainda maiores. Isto porque, na área operacional, tive a oportunidade de cumprir estágio entre 15:00 e 17:00horas, em RH, além do meu horário normal de trabalho (mais sábados, domingos, feriados e dias santos! Hotel não fecha, não é?). Lá na frente fui recompensada, sendo promovida em menos de um ano de casa, para a área de RH, em Recrutamento e Seleção… daí em diante, achei que tudo o mais que viesse, seria como um brigadeiro.

Uma das minhas marcas registradas sempre foi meu sorriso, minha alegria, minhas brincadeiras e, também, sempre  acreditar que haveria uma solução para tudo… Eu nunca desisto até tentar de tudo o que estiver ao meu alcance para superar um desafio. Fator este que me abriu muitas portas !

Há pessoas neste momento, convivendo com problemas financeiros, com a perda do emprego, com a luta pela sua saúde. Há por outro lado, pessoas lidando com desafios mais corriqueiros, um pneu furado, o cancelamento de uma venda, o “não” de alguma proposta, etc… Seja lá qual for o tamanho do problema que  esteja passando neste momento… Ele vai passar e você será feliz, se deixar. Pois, a forma como você percebe, sente e cocria, as suas adversidades, revelarão o seu poder pessoal, para se transformar e se tornar uma pessoa mais feliz. Enquanto, uma pessoa negativa coloca o foco no drama. A pessoa positiva, consegue colocar foco na superação do drama… simplesmente porque tudo o que a ela quer é ser feliz!

Em um estudo realizado, adultos que se mostraram pessimistas, com base em testes psicológicos, tiveram taxas de mortalidade mais elevadas ao longo de um período de 30 anos; do que aqueles que se mostraram otimistas. Sem dúvida, os otimistas eram mais saudáveis ​​porque eles eram mais inclinados a cuidar bem de si mesmos.

“Qualquer coisa que pode dar errado vai dar errado” – Murphy

É com esta frase de Murphy, que a Doutora Segerstrom, professora de Psicologia da Universidade de Kentucky, se inspirou para denominar seu livro: “ Quebrando a Lei de Murphy”(original Breaking Murphy´s Law). Em sua obra, explica que o otimismo não se baseia apenas em ser positivo; mas, na capacidade de se manter motivado e persistente.

Dra. Segerstrom e outros pesquisadores descobriram que ao invés de desistir, se afastando de situações difíceis, os otimistas preferem atacar os problemas de frente. Eles planejam um curso de ação e focam em soluções.

Em seu ambiente de trabalho mantenha-se imune às fofocas. Simplesmente, esteja focado em seus objetivos e dê a si mesma,  a chance de perceber, a real situação (leia a minha série sun Tzu) na qual está: não se deixe poluir por pessoas que só conseguem enxergar o copo meio vazio. Encontre uma oportunidade diante dos desafios que considera “os mais difíceis de já ter vivido, até então”. A sua persistência é o seu maior recurso. É a sua persistência e a sua positividade, que alimentarão a sua motivação para ir em frente e superar o que quer que seja.

A Dra. Segerstrom escreveu que, quando confrontadas com pressões incontroláveis, os otimistas tendem a reagir através da construção de “recursos existenciais” – por exemplo, procurando algo bom para sair da situação ou usar o evento para crescer como pessoa de uma forma positiva.

Há pessoas que se melindram e arrastam pelo resto de suas vidas, o que tiveram que amargar com um chefe exigente. Se a situação for extremista, se o que lhe está sendo exigido está acima das tuas possibilidades, este é o seu momento teste: avalie o seu copo…

  • esta é … a)uma oportunidade ou b) uma perda de tempo?
  • o que posso ganhar com este “enorme” desafio? a)desenvolvimento, aprendizagem, crescimento profissional, experiência? Ou b) perda do meu emprego? (Me diga, sinceramente,como vai saber se não tentou?)
  • o que meu chefe quer me oferecer neste momento?a)um desafio para saber até onde posso ir com minhas competências ou b) acabar comigo?

O mesmo pode acontecer em sua vida pessoal, em seus esforços para empreender. Tenha  sempre uma avaliação preciosa sobre a situação. Faça  a análise do copo:

  1. faça uma análise das possíveis perdas e ganhos (uma lista para cada)
  2. faça uma outra listagem sobre suas competências e talentos para assumir os desafios da sua escolha. Exemplo. Resolvi comprar uma fábrica de biquini, mas estou em dúvidas (e muito medo) se isto vai dar certo…
  3. se não tiver nenhuma experiência no segmento, caberá colocar uma outra listagem sobre fraquezas/oportunidades de melhorias – exemplos: “fazer um curso sobre o assunto, procurar o SEBRAE, etc…” , “buscar a ajuda de um coach que me oriente a focar na visão do meu negócio, na missão, nos fatores críticos para meu sucesso”, etc…

A pesquisa indicou que uma propensão para o otimismo é fortemente influenciada pela genética.Principalmente, pelos gens que governam os neurotransmissores no cérebro. O modelo de criação dos pais, também, desempenha um papel importante. Os pais que incentivam e amparam seus filhos, elogiando suas pequenas realizações, estão incentivando uma atitude otimista que poderá ser levada ao longo de suas vidas.

Com a orientação correta, muitos dos atributos de otimismo também podem ser aprendidos por adultos, segundo os estudos da Dra. Segerstrom e de outros pesquisadores.

Ela escreveu: “As pessoas podem aprender a ser mais otimistas, agindo como se fossem mais otimistas”, que significa  “mais engajados com e persistentes na busca de metas.”

Em coaching, utilizamos uma técnica que se chama “como se”… em que solicitamos ao coachee que imagine e aja “como se” um determinado evento, situação, fosse de forma diferente…

Se você se comportar de forma mais otimista, vai continuar tentando, em vez de desistir depois de um fracasso inicial. “Você pode conseguir mais do que o esperado”, escreveu ela. Mesmo que o esforço adicional não seja bem sucedido, pode servir como uma experiência de aprendizagem positiva, sugerindo uma maneira diferente de abordar um problema semelhante na próxima vez.

Seus pensamentos são o transporte para mais do que quer ter !

É importante não negligenciar o poder do pensamento positivo. Tanto a Dra. Segerstrom, quanto os pesquisadores da Mayo recomendam tomar alguns minutos no final de cada dia para escrever três coisas positivas que aconteceram naquele dia, terminando-o com uma frase otimista.

Os pesquisadores da Mayo ofereceram estas sugestões:

  • Evite pensamentos negativos. Em vez de se concentrar sobre as perspectivas de fracasso, insista nos aspectos positivos de uma situação.
  • Independentemente da natureza do seu trabalho, identificar algum aspecto dele que seja pessoalmente gratificante, é muito positivo para continuar a sua jornada e alcançar o outro passo de onde quer chegar.
  • Cerque-se de pessoas positivas e otimistas. Mas saiba que se você é cronicamente negativo e está sempre vendo apenas o lado escuro das coisas, os otimistas em sua vida podem, eventualmente, desistir de você.
  • Concentre-se em situações que você pode controlar, e esquecer aqueles que você não pode.

 Se pensar de forma positiva, atrairá mais do que é positivo para a sua vida. Se, ao contrário, pensar de forma negativa e se entregar aos fatos… terá mais negatividade e mais dos fatos que não deseja ter.

A Co Criação é a extensão dos seus pensamentos !

Se  tem meu Mini ebook, deve ter visto na parte em que falo sobre Criar… as dicas de cocriação e lei da atração.

Qual experiência de superação já passou que poderia inspirar outras pessoas com a sua história positiva?

Vou adorar receber seus comentários !

A propósito: a minha escolha foi terminar a faculdade e continuar no emprego, dando aulas de Inglês aos sábados. O que veio depois… foi ultra fácil !

Pax,lux, até o próximo post !

Rejane

Rejane Santos é Coach Self e Professional, Consultora de RH, proprietária do site www.cocreationcoaching.com..br , autora do livro ISO9000 para a Hotelaria, ed. Qualitymark e palestarnte.

O foco do seu trabalho está voltado para o desenvolvimento de pessoas, equipes e organizações que querem ousar para: crescer, desenvolver e prosperar !

Rejane Santos é Mestre em Enga de Produção pela COPPE/UFRJ, Pós graduada em RH PUC/RJ, MBA Qualidade, Lead Assessor de SGQs.

Para falar com Rejane Santos, fazer comentários, sugestões ou contratar seus serviços, entre em contato via email coachrejanesantos@cocreationcoaching.com.br

3 comentários sobre “SEU COPO ESTÁ MEIO CHEIO OU MEIO VAZIO? Como você vê a vida?

  1. Marcelo Tápias disse:

    Rejane, parabéns pelo texto, vou tirar grande proveito destas palavras, estou desempregado a 40 dias, as vezes acordo bem otimista e digo, hoje será um grande dia, mas, por vezes acordo já com uma nuvem na cabeça e isso faz com que as oportunidades não apareçam, mas pessoas tem altos e baixos não concorda? Vou tentar ser otimista todos os dias, de coração pois só assim as coisas dão certo. Bom dia.
    Marcelo Tápias

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s