“A competência” Que Nenhum Empreendedor Pode Deixar de Ter !

Image

Se você é um empreendedor , com certeza já deve ter sentido na pele que algumas habilidades são cruciais para que dê início à construção de uma idéia. Digamos que você precise até mesmo, de desenvolver outras, as chamadas competências. No Caldeirão do Empreendedor ( poderia ser o do Hulk, excelente exemplo de empreendedor), ambas, habilidades e competências E mais :algumas colheres de intuição, muitos quilos de determinação e pitadas e pitadas de capacidade para assumir riscos, são alguns dos ingredientes que não podem faltar na sua despensa. Afinal, Walt Disney falou que: “se você pode sonhar, pode realizar”! O que ele deixou subentendido foi que não basta sonhar… “hai capito”?!  Não?

Darwin, desta vez, é Quem Explica !

Um post recente do Copyblogger argumenta que há uma habilidade específica que o  empreendedor deve desenvolver para ter sucesso que, na verdade, não é nenhuma das anteriores de forma isolada. Mas sim, a “Capacidade de EVOLUIR”, como disse Darwin em sua Teoria da Evolução das Espécies.

O Copyblogger desmistifica o poder do conhecimento em algumas competências, como a maior ferramenta de sucesso de um empreendedor (como diferencial); uma vez que, com a tecnologia à nossa disposição, temos maior acesso ao conhecimento e à aprendizagem de novas competências a apenas um click de distância: Você pode aprender qualquer coisa hoje em dia e geralmente de forma gratuita”, diz ele. No YouTube, por exemplo, há como aprender de tudo em vídeos e o Pai Google do Cantuá está lá sempre para te ajudar, não é verdade?

Ele afirma que:

“Os empreendedores devem enfatizar mais a sua capacidade de girar e flexionar em reação ao ambiente de negócios em rápida mutaçãoÉ a capacidade deprocessar e reagir a novas informações assim que estiverem disponíveis, que o tornará bem sucedido”.

Sobre a conversa de “Nicho”

muita conversa em círculos de branding sobre  “se você não continuar fazendo o que as pessoas esperam de você, estará apenas confundindo  seu público. Você tem que ter um nicho, e esse nicho tem paredes altas e inescalável em torno dele. Se você fizer algo estranho e fora do personagem;ou, fora de sua área de especialização, as pessoas não sabem o que você representa e, portanto, não vão comprar nada de você”.

O Copyblogg acha este um conselho horrível !!! e dá os seguintes exemplos, de empreendedores que remaram contra o que eu chamo de  “A maldição do quadrado” (rssss. É para ser forte mesmo !rss)

  • Enquanto as livrarias Borders foram morrendo, a Amazon liderou a revolução do e-livro com o Kindle. Eles também foram à venda de livros para vender tudo sob o sol, e começou a prestar serviços de tecnologia como a Amazon S3 meios de hospedagem.
  • Google entrou em um mercado que já tinha motores de busca dominantes, como Yahoo e Lycos, mas depois se ramificou a partir de pesquisa em aplicativos, sistemas operacionais para smartphones, comunicações de voz, mapeamento, navegação e comércio de serviços, e tudo mais. E agora qual é o nome do dono da casa?
  • Copyblogger ( o  autor do artigo ) começou como um blog sobre direitos autorais. Então tornou-se mais sobre internet marketing e empresa de pequeno porte. Em seguida, ele começou a criar produtos e fundindo-se com parceiros, agora vendendo  WordPress temas , otimização de conteúdo

O Coppyblogger  faz um comentário que exemplifica ainda mais o sucesso da corrente contra a “profecia de nicho” em detrimento da “capacidade de evoluir” e “tempo de reação” às demandas do mercado, quando fala do seu produto junto ao wordpress: “Em nenhum momento Brian Clark (do wordpress) disse: “Sabe, espere um minuto … um site que vende temas do  WordPress ? Isso vai confundir todo mundo  e abandonar a coisa toda para voltar a publicar os posts só sobre  escrita”. 

Mude a Sua Mente Agora !

Ele ainda afirma:”O que você precisa é a mentalidade para realmente sair e usar o que sabe. Você não precisa de habilidades. Você precisa de meta-habilidades”, diz o post, listando os seguintes componentes que os empreendedores precisam dominar para evitar o lado desagradável da “Teoria da Seleção Natural de Darwin”Image

1.Você tem que aprender a ser incerto e assumir riscos. Se você ficar dentro do que é conhecido e seguro, nunca será verdadeiramente bem sucedido. Fazer o que é incerto e arriscado não é fácil, e é por isso que as pessoas que se atrevem a fazê-lo são recompensadas.

2.Você tem que aprender a liderar, o que significa simplesmente sair e fazer as coisas. Se você fizer as coisas em vez de ficar sempre pensando e falando sobre fazer as coisas, então parabéns, você é um líder. Outros te seguirão.

3.Você tem que aprender a resolver problemas. “Eu desescolarizo* (unschool) meus filhos, porque acredito que crianças não devem memorizar fatos – Especialmente em um mundo que muda rapidamente”. É preciso aprender a olhar para uma situação, determinar quais os recursos que precisam, e depois ir em busca desses recursos, a fim de resolver o problema. Temos todos de aprender a pescar em vez de confiar que os outros  nos dêem peixe.

(* Desescolarização é um conjunto de ensino, filosofias e práticas, centradas em permitir que as crianças  aprendam através de suas experiências de vida naturais, incluindo jogo, responsabilidades , experiência de trabalho e interação social , ao invés de um currículo escolar mais tradicional~wikipedia)

Você tem que começar a acreditar que pode realizar. Isso soa ha-ha, mas é muito importante.Nós nos treinamos em crer que podemos realizar algumas coisas, mas que não podemos realizar outras tantas. Pensa que não pode calcular? Errado. Você não pode levitar na Terra a menos que tenha a assistência ou superpoderes. Há uma grande diferença entre este dois “não posso” ( outra manifestação desta crença é:”Eu não sou este tipo de pessoa”,”Não fui criado desta forma” e “O que irão pensar meus pais, vizinhos, o fã clube do twilight (série de tv)?”

Trouxe este post para marcar o meu reinicio, após as férias, porque acredito em cada palavra que o autor, Johnny B. Truant, diz. Creio que nossa resiliência às mudanças aumenta, na medida certa da nossa capacidade para lidar com as situações à nossa volta. Não basta fazer a rotina, temos que olhar mais longe, para não nos acomodarmos à cadeira quentinha do conforto.

Você já ouviu falar da famosa parábola do sapo escaldado? Aquela em que uma experiência mostra que se colocarmos um sapo em água fria, dentro de um recipiente e aquecê-la aos poucos, o sapo não perceberá a diferença da temperatura, se adaptando lentamente até que morrerá “escaldado”… arrrrrgh ! Entretanto, esta mesma experiência demonstra que se jogarmos um sapo em um recipiente de água fervente, ele dará um salto e sairá antes que morra.

As mudanças estão à nossa volta, elas acontecem devagar… se não estivermos antenados, perdemos a capacidade de “reinventar” a nossa natureza, perdemos a capacidade de interagir ao meio, nos adaptamos ao confortável, à idéia fixa de que “em time que se ganha não se mexe”.

Um outro ponto relevante do post é que somos capazes de nos reinventarmos, de sermos várias coisas ao mesmo tempo. Por quê teimamos em crer que só podemos ser isso ou aquilo? Que temos que ser sempre especialistas nisso ou naquilo? Temos sete tipos de inteligência, por qual razão nos fixamos e impomos aos nossos filhos que sejam ortodoxos para que se adaptem ao mundo “normal”?

Sou mãe de uma menina de 5 anos de idade, que estuda em uma escola com Metodologia Construtivista.Com 3 anos de idade já reconhecia e escrevia o seu nome. Hoje, com seus cinco anos, estamos cercados de escolas tradicionais, com métodos de ensino convencionais. Sou totalmente a favor de um bom ensino, um ensino que faça jus ao que pagamos na escola. Afinal, queremos o melhor para os nossos filhos, principalmente quando podemos dar este acesso. Mas… faço questão de permitir a criatividade, a imaginação na vida da minha filha. Além da educação formal de limites que damos como pais, ensinamos sobre cidadania, sobre a diversidade (na linguagem dela, claro), sobre respeito ao próximo e também, sobre ser feliz, sobre poder ser o que quiser ser, sobre o seu potencial de se re- criar, inventar. Ela me diz: “ mamãe, quando eu crescer quero ser: cabeleireira, professora, médica, cantora e mãe” ao que eu respondo: “ Nossa, você vai ser muitas coisas boas e legais !”

Vejo muitos jovens de hoje totalmente perdidos sobre qual carreira abraçar como se isso fosse uma forca. E é mesmo ! Parece que ou decidimos sobre o que vamos querer fazer  “para o resto de nossas vidas” ou morreremos. Tenho exemplo de casos em que alguns jovens já me perguntaram: “Rejane, eu quero fazer Marketing porque acho super legal ! Mas também, gosto de teatro… Estou em um dilema cruel porque tenho que fazer uma escolha para o resto de minha vida”.

Acontece que temos uma tendência a fazermos escolhas baseadas no medo. O que o discurso acima quis realmente dizer foi: “tenho medo de me dar mal e de nunca mais poder ser alguém na vida, de decepcionar meus pais,etc” . Atire a primeira pedra quem não já teve ao menos um leve pensar sobre se o que estava fazendo deveria MESMO ser feito?

Já sei, quer saber qual foi a minha resposta… “Faça o que é mais importante primeiro (como diz Stephen Covey). O que é mais importante para você neste momento? O que você verdadeiramente “quer”? Como você se vê daqui a 10 anos ou cinco em todos os aspectos de sua vida?” – “Marketing !”, disse ele entusiasmado… com um breve suspiro… como se estivese deixando de lado a sua paixão… ao que eu respondí: “ Bem, excelente escolha, se é esta que te faz feliz… Mas, “faz sentido para você” que pode fazer uma formação paralela em teatro, se desejar? – O brilho no olhar voltou como um relâmpago: “SIM !” – ao que eu respondi: “Que bom !Este exercício vai te ajudar a aprofundar os dois lados da tua paixão. Todos podemos fazer mais de uma coisa ao mesmo tempo. O que acha?! – “Rejane, acho que resolvi o meu dilema. Estou com menos 100 quilos nas costas ! Posso sim, focar o Marketing e,em paralelo, estudar teatro”.

Todos os dias de nossas vidas temos escolhas a tomar, temos ações, temos desgastes, temos preguiça,procrastinamos, temos medos e incertezas…Somos seres humanos, lembra?

O exemplo do jovem que se angustiava em seu medo do fracasso, se repete e regressa em diversos momentos de nossas vidas e, em muitas das vezes, a nossa criança com os bloqueios que nos ensinaram a ter. Nestes momentos, temos que quebrar os bloqueios, entrar em contato com estes medos e nos questionarmos sobre os ganhos que obteremos se arriscarmos. Não se concentre nos sacrifícios, estes não te levarão a lugar algum. Concentre-se nos ganhos: pule como um sapo e dê saltos quânticos em sua vida, em seu negócio e em tudo o que acredita !

Há dois aspectos desafiadores na mudança. O primeiro deles é o hábito. Quebrar hábitos e formar outros novos exige treino. O segundo, são os bloqueios, crenças, valores (todos no mesmo pacote). Um exemplo: se você deseja parar de fumar e se fixar no “sacrifício”…. o hábito vai te ganhar! Se você se fixar nos ganhos… com disciplina e determinação, você terá mais chances de sucesso: “ficarei mais cheiroso(a), melhorarei a minha saúde, penso até em fazer caminhadas para ganhar condicionamento”.

O pacote furado do segundo aspecto está relacionado a bloqueios do tipo: “ você vai se dar mal”, diz a mente ao que você deve responder… “Mas também, posso me dar bem!” . Lembre-se dos passos do Coppyblog: olhar, determinar, buscar e resolver !

  “Se você acredita que pode ou não realizar alguma coisa, você está certo”~ Henry Ford 

Se você não consegue ir além nos seus ideais, se está bloqueado(a) sobre o que deve ser feito no seu negócio para seguir adiante; ou ainda, para começar o seu negócio, os seus projetos, fale comigo, visite o meu site www.cocreationcoaching.com.br ou envie um email para coachrejanesantos@cocreationcoaching.com.br

Aguardo os seus comentérios, até o próximo post !

Pax,lux,

Rejane🙂

Rejane Santos é Coach, Mestre em Engenharia de Produção pela COPPE/UFRJ, com um MBA em qualidade, com extensão em Tampa e Pós em RH na PUC, graduada em Psicologia.


4 comentários sobre ““A competência” Que Nenhum Empreendedor Pode Deixar de Ter !

    • Rejane disse:

      Olá Morgana,
      Muito obrigada pelo seu comentário !
      Faça parte do meu grupo no linked in “Batom & Co” e receba novidades !
      Seja bem vinda, pax,lux e sucesso !
      Rejane

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s