Jiang : o poder da liderança feminina

“A líder deve ser sensata, confiável, benevolente corajosa e rigorosa”– Sun Tzu

Boa mãe, boa líder

Chegamos a Jiang, liderança !

Liderança é um tema que sempre nos atrai. Admiramos as pessoas que lideram, que alcançam objetivos. Mas, o que será que há de tão mágico na liderança? Um líder não é regido pelo seu cargo,dizem alguns. Um líder jamais se rende, dizem outros. Um líder não fracassa.

Pois bem, um líder não se faz pelo seu cargo, porque, o que distingue a liderança de um cargo de chefia é, dentre outros requisitos, a firmeza de propósito, a capacidade de persuadir as pessoas para o alcance deste propósito, tornando-o único para a equipe, o carisma; e, principalmente, a capacidade de desenvolver pessoas. Tudo isso e mais a atitude vencedora para alcançar objetivos e superar obstáculos, gera uma outra característica que só os líderes têm: ADMIRAÇÃO!

Entretanto, um líder vai além destas qualidades. O/A líder é também, uma pessoa que só pode ser admirável e se distinguir das demais pelos seus valores, conduta e caráter. Um líder que, na prática, tem uma conduta diferente de sua teoria, estará traindo a si mesmo, ao TAO. Como já percebemos, quando o TAO é traído, a máscara vai ao chão, mais cedo ou mais tarde ! Vejamos: Dominique Khan… Arnold Schwarzenegger…  E falando nos brasileiros a lista é infindável, como o caso Palocci …Nada mais a dizer. Se ele edificou os seus ganhos em castelos de areia, paga hoje com a sua reputação e sua imagem pública. O Brasil esquece, é verdade, mas… esta fase da vida dele será sempre uma mácula em sua vida pública.

“Se seu filho nunca teve raiva de você, você não                                                é mãe” ~ Bette Davis, Atriz

 Se você é mãe, sabe do que estamos falando. Não há como educarmos os nossos filhos atendendo a todos os seus apelos. Mas, não basta dizer “não”, não é verdade? Temos que ser fortes o suficiente para mantermos o “não”. Por este motivo, o não exige sabedoria. Uma mãe que não sabe dizer “não” ao seu filho, que cede aos seus “ insistentes” (deixa mãe, ah, deixa…) apelos para deixá-lo fazer seja lá qual for o motivo do não… nada mais estará fazendo, do que deixá-lo(a) confuso(a) em relação aos seus limites na vida. Dizer não exige sabedoria ! Embora nós saibamos o quão desagradáveis tenham sido os “nãos” que recebemos dos nossos pais, as festas que perdemos, os filmes, os namoricos, foram estes mesmos “nãos” que delinearam a nossa capacidade de entender  que existem limites no mundo. Não podemos achar que o mundo gira em torno do nosso umbigo, não é verdade?

Daí o ditado: o lider inteligente planeja para o futuro distante. O bom general ajusta a operação cuidadosamente. Sun Tzu (12.16)

Neste sábado passado, 18 de junho, 2011, estava ministrando um workshop sobre planejamento e gestão do tempo para um grupo de gerentes de um banco(vale comentar: pessoal, amei estar com vocês!). Um dos assuntos do programa era sobre traçarmos objetivos em nossas vidas. Os sonhos só se tornam realidade, se tivermos a capacidade de delineá-los com metas e estratégias bem traçadas. Vejo que é comum as pessoas falarem dos seus sonhos, mas o que estão efetivamente fazendo para alcançá-los? Você que está lendo este post neste momento. Alguma vez já persistiu em um propósito enquanto todos diziam que não, mas a sua certeza interior o fez persistir ? Um líder sabe o que quer. Jiang é saber usar a sua liderança, para que caminhe lado a lado com os seus propósitos.

A maneira de liderar é simplesmente exercendo a liderança ~ Chin Nig Chu

Os objetivos podem ser mais facilmente alcançáveis, se usarmos algumas ferramentas, como o Método SMART (S-specific-específico; M-mensurável;A-Alcançável;R- Realista; T- time based, com prazos estipulados). Pois bem, Sun Tzu em 12.16 (acima) fala sobre a mudança de estratégia. Nada há de errado em ajustar a estratégia. Portanto, se em uma determinada etapa do seu planejamento do futuro tiver que esperar o momento mais propício, ótimo, mas não deixe de “ajustar” todo o plano, seja  qual for o papel de sua vida que estiver cumprindo. O segredo disso está em três fatores: hábitos ( organização, disciplina), atitudes, constância de propósito.

Não conhecendo o oponente, mas conhecendo-se a si mesmo, as chances de vitória são meio a meio. Não conhecendo o oponentenem a si mesmo, cem batalhas serão derrotas ~Sun Tzu (3.23)

“Liderança está alicerçada, essencialmente, em ter foco, saber o que quer. Ter firmeza e orientação.  Quem não consegue controlar os filhos é um verdadeiro capacho, não tem como liderar com eficiência no ambiente profissional, ainda que possua sobre a mesa uma placa com a palavra “ Líder” . É  ridículo pensar que um gatinho vai se transformar num tigre no caminho entre a casa e o escritório. Se o seu tipo de trabalho exige a força de um tigre, seja um; se em casa é preciso a gentileza de um gatinho, seja um. O tigre e o gatinho podem ser líderes eficientes. É tudo uma questão de estado de espírito.” Chin-Nig Chu

A mulher que tem “medo” de agir com firmeza, perde na assertividade e vira um poço de mágoas e de frases “ por que eu não fiz assim?”. Houve uma época em minha vida, em que parecia ter descido do leão que sempre havia cavalgado (como diz a Adriana Calcanhoto em sua música).Uma perda de eixo. Estava residindo no exterior, havia deixado a minha carreira, família e amigos… tudo. Ganhei muito mais, ganhei a minha família, a minha filha.Entretanto, não demorou muito para que eu começasse a perder o eixo. Ser mãe longe de casa, sem  a mãe, sem uma amiga… é duro ! Neste conflito entre encontrar a mãe “separada” da mulher que havia me tornado até então ( empreendedora, independente e líder)… a liderança deu lugar à insegurança… Na verdade, o conflito era meu em achar que para ser a mãe que sou hoje, teria que abdicar da mulher que sempre fui antes… confuso?Pois é, durante este período, convivi e tive que lidar com um outro lado de minha personalidade que era oposto e totalmente obscuro. O problema é que ouvi e vivenciei coisas que, “em épocas anteriores”, jamais teria vivenciado  ou ouvido, porque o limite teria sido estabelecido imediatamente. Aprendi uma grande sabedoria na minha graduação em psicologia: “ só existe um sádico, se houver um masoquista”.

Se você vai escolher o tigre ou o gatinho para exercer a sua liderança, a escolha é sua, mas não abdique das suas escolhas e da sua firmeza de propósito. Conheça quem você “É”. Se para isso tiver que se perder um pouco, mantenha o foco e a persistência, porque o resultado final é muito gratificante.

Algumas dicas para você se conhecer melhor, segundo Chi-Nig Chu:

  1.  É preciso um forte desejo de se conhecer – Não deixe chegar ao ponto de ter uma crise de agonia mental. Explore o seu interior e descubra a chave que revelará o motivo pelo qual as coisas não vão bem.
  2. Seja a sua própria psicanalista – Busque em si mesma a causa dos seus problemas. Acredite, é lá que ela está.
  3. Instale algumas placas de “pare” entre a boca e o cérebro ( adoro esta !)- Enquanto fala, edite o seu pensar… Este é um hábito que promove a sabedoria. Evita que  “desperdice” tempo em respostas, para quem não vale a pena.
  4. Veja-se através dos olhos de outra pessoa – Peça a uma pessoa da qual confie, para dizer francamente, o que acha que pode ser melhorado em suas atitudes. Esteja aberta/o, para receber e agradecer pelo carinho e o tempo que a pessoa se dedicou em te assessorar neste trabalho.
  5. Mergulhe em si mesma
  6. Ensaio e erro –  Conhecer a si mesmo é tarefa para a vida toda: ainda bem !

Isto quer dizer que mudamos ao longo da vida, que buscar o novo e aprimorar o que somos como pessoas, só nos enriquece, só nos eleva. Seja a “metamorfose ambulante” que Raul Seixas cantava. Mude, melhore, aprimore-se !

Os que permanecem estagnados por falta de coragem para rever as suas estratégias, medo do fracasso, só poderão receber o que planejaram… fracasso e estagnação.

Vou citar um excelente exemplo de sucesso revelado após um complexo período de auto conhecimento.

JK Rowling começou a escrever Harry Potter em 1990 e somente em 1996, após diversos acontecimentos, ela conseguiu lançar o livro. Em uma entrevista sua, revelou que escrevia desde os 5 anos, que sabia que queria ser escritora, mas que não sabia como.

Mesmo após a separação, o regresso ao seu Pais natal e passando por diversas dificuldades, para educar e alimentar  seus filhos e pagar as suas contas, JK Rowling, não desistiu do seu sonho de dar continuidade ao livro Harry Potter.

JK Rowling aprendeu a ser a sua psicanalista, a entender e a vencer os seus próprios obstáculos.O caminho que buscou para o seu auto conhecimento, foi o mesmo que a levou a descobrir a mulher que é hoje.

Jiang é adaptação. Somente os que sabem se adaptar, renovar estratégias para os objetivos traçados  e que acreditam em si mesmos, alcançam o sucesso. Se a estratégia para alcançar os seus objetivos não estiver dando certo, mude-a, mas persista e seja constante, valerá muito a pena.

Um grande abraço, pax, lux,

Rejane 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s